quarta-feira, 25 de abril de 2012

As vantagens de um professor capacitado para ensinar alunos com deficiência auditiva


Com o passar dos anos, e o desenvolvimento do senso crítico e social do ser humano, vários preconceitos vão ficando para trás. E os avanços são repentinos e rápidos. Até pouco tempo atrás (menos de vinte anos) era impensável ter em uma mesma sala de aula um aluno considerado “normal” e um outro com alguma deficiência sensorial, como surdez ou cegueira, estudando como iguais.
Isso já não é apenas uma realidade como uma obrigação do estado: as escolas devem estar preparadas para receber absolutamente todos os alunos, independente de suas possíveis necessidades especiais. E o não cumprimento dessa lei pode resultar em multa ou fechamento da escola. Então o melhor a se fazer é capacitar os professores para que possam atender, em plenitude, todos os seus tipos de aluno.
Existem cursos de pós graduação em Curitiba que tratam da pedagogia do ensino e das técnicas para atender alunos com limitações físicas, mas inteligência ilimitada. Se em uma sala de aula os cegos conseguem acompanhar o raciocínio geral através do som, os surdos precisam de uma ajuda a mais para o cumprimento dessa tarefa, uma vez que professores e alunos falam muito rápido e, de vez em quando, de costas para os alunos, o que torna impossível a leitura labial. O que fazer, então? O melhor é capacitar os professores em Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) e deixar que eles se comuniquem com os alunos através de sons e gestos manuais.
Achar curso de libras em Curitiba não é difícil, mesmo porque essa é uma iniciativa não só dos professores, mas também de vários parentes e amigos de pessoas com deficiência auditiva que querem dar a seus pares o direito da comunicação e da livre conversa. Até quem não tem casos desse tipo de limitação sensorial na família ou na roda de amigos procura os cursos de libras unicamente para poder estar preparado caso surja a oportunidade de conversar com um surdo.
A maior importância do estudo das Libras, no dia de hoje, é a inclusão social a que tem direito todas as pessoas que não ouvem, porque isso é apenas um detalhe. E quando a pessoa aprende Libras, acaba desenvolvendo uma sensibilidade maior ao modo de se comunicar e, de quebra, ainda aprende a valorizar a vida de uma forma plena e satisfatória.

Nenhum comentário: