segunda-feira, 11 de julho de 2011

Petição pelas abelhas


Estudos demonstram que (entre outros factores, eventualmente), os insecticidas à base de neonicotinóides são altamente tóxicos para as abelhas. Países como a França, Itália, Eslovénia e mesmo a Alemanha proibiram o seu uso, mas a Bayer continua a vender no resto da Europa, Estados Unidos e muitos outros países.

A AVAAZ lançou uma  petição  para que sejam proibidos estes químicos, e mais de 900 mil pessoas já a assinaram para ajudar a salvar as abelhas. Ajude a chegar a 1 milhão. Aqui fica o apelo da AVAAZ:
 
«ALERTA DAS ABELHAS - AJA AGORA!

Silenciosamente, ao redor do mundo, bilhões de abelhas estão sendo mortas, ameaçando assim nossas plantações e segurança alimentar. Porém a proibição de um tipo de pesticida, poderia salvar as abelhas da extinção.

Desde que este veneno foi proibido em quatro países europeus, a população de abelhas já está se recuperando. Mas empresas químicas estão fazendo um lobby forte para manter a sua pesticida letal no mercado. Um chamado para baní-la nos EUA e na União Europeia, onde o debate é mais forte, poderá desencadear ações de outros governos ao redor do mundo.

Vamos fazer um zumbido global gigante para banir este veneno perigoso nos EUA e Europa a não ser que hajam evidências de que ele seja seguro. Assine a petição para salvar abelhas e as nossas plantações e encaminhe para todos:


Para governantes dos EUA e UE:

"Nós pedimos que vocês proibam agrotóxicos à base de neonicotinóide até que novos estudos científicos independentes comprovem que esta substância é segura. A morte catastrófica de colônias de abelhas poderão colocar toda a nossa cadeia alimentar em perigo. Se você agir urgentemente com precaução, nós poderemos salvar as abelhas da extinção."» 
FONTE: http://sustentabilidadenaoepalavraeaccao.blogspot.com/2011/01/peticao-pelas-abelhas.html

Nenhum comentário: