sábado, 2 de julho de 2011

Falso sequestro

Não há estatística real sobre o crime de falso sequestro. O principal motivo é que as vítimas sentem vergonha de revelar que ainda caem neste tipo de golpe.
Para previnir, evitem informar dados de suas rotinas e nomes.
Está sendo comum eles simularem uma pesquisa na porta dos cinemas. Pegam detalhes interessantes do entrevistado. Quando este entra na sala de exibição, logo desliga o celular. Pronto! Golpe perfeito.
Os criminosos ligam para a vítima contando que um familiar dela foi seqüestrado e que, se não for depositada uma quantia (normalmente entre 2 mil e 10 mil R$) imediatamente, será ferido ou morto.
Em alguns casos os golpistas solicitam também o fornecimento de um certo número de códigos de cartões de recarga para celulares pré-pagos (servem para os presos se comunicarem desde os presídios).
A performance teatral dos golpistas muitas vezes inclui gritos no fundo do telefonema e fornecimento de detalhes da pessoa supostamente seqüestrada para assustar e convencer o interlocutor a pagar rapidamente.
Técnicas de "engenharia social" são também usadas pelas quadrilhas mais evoluídas e estruturadas.
Em outras modalidades, ficam ligando direto no numero do suposto seqüestrado para manter-lo ocupado de forma que não seja possível para os familiares fazer contato e verificar se está mesmo seqüestrado.
Os golpistas ligam antes para o celular do suposto seqüestrado e, dizendo ser da companhia telefônica e com a desculpa de fazer controles contra clonagem ou algo do tipo, solicitam que deixe o telefone desligado por 1 ou 2 horas (além de coletar informações como descrito acima).
Reportagem do "Fantástico" mostrou em 97 como funciona o golpe do falso seqüestro. Um homem ligou para a redação do programa e tentou extorquir dinheiro pelo telefone. Um repórter fez a negociação e usou uma microcâmera para mostrar como os criminosos agem.
Veja alguns golpes:
http://www.youtube.com/watch?v=-YC2qK3hugQ&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=hzyEM2mcvno&NR=1



FONTE: http://www.meupalco.com.br/2011/03/falso-sequestro.html

Nenhum comentário: